Melhor Software para Gestão da Qualidade! | Tel.: (47) 3209-0581

Blog

Quais são as principais ferramentas para análise de riscos na gestão da qualidade?

Você sabe o que é a análise de riscos e quais as principais ferramentas utilizadas na gestão e na qualidade? Para saber mais, leia este artigo.
blog, Ferramentas da Qualidade, Gestão de Riscos

Quais são as principais ferramentas para análise de riscos na gestão da qualidade?

Todas as organizações, sejam elas quais forem, podem enfrentar problemas e cenários nada favoráveis, e para auxiliar nestas situações, as ferramentas de análise de riscos são essenciais para a gestão.

Por ser uma área bastante complexa e cheia de processos, métodos e pontos de decisão, as empresas buscam maneiras e ferramentas para facilitar todo o processo.

Mas afinal, você conhece as ferramentas de análise de riscos, sua importância, benefícios e como aplicá-las em sua empresa?

Para saber mais sobre o assunto, leia este artigo até o final.

O que são as ferramentas de análise de riscos?

Conceitualmente, esta análise tem como principal objetivo identificar e avaliar as situações que podem impactar a sua empresa de forma negativa.

Sendo assim, ao analisar as situações e os cenários em que a sua empresa está inserido, é possível antever os problemas e medir a probabilidade deles acontecerem de fato.

Além disso, é por meio desta análise que é possível decidir se vale a pena manter as ações e o planejamento como está ou se será necessário fazer mudanças.

Nesse sentido, a análise de riscos também possibilita a escolha de evitar completamente o risco ou aceitá-lo, reduzindo os impactos que ele pode trazer para a sua organização.

Importância e benefícios das ferramentas de análise

As ferramentas de análise estão diretamente ligadas com a tomada de decisão e com o sucesso organizacional, principalmente quando relacionadas aos processos internos,  estratégias e finanças.

Ao fazer a análise de riscos, você consegue ter um panorama acerca do ambiente interno e externo da sua empresa por meio de informações concisas que demonstrem o impacto e os riscos organizacionais.

Por isso, a análise de riscos é crucial para o sucesso organizacional, pois por meio dela é possível tomar decisões de forma estratégia e segura para todas as áreas da sua empresa.

Assim, existem diversas ferramentas que podem ser aplicadas na análise, e vamos falar de algumas a seguir.

Ferramentas para análise de riscos

Você perceberá que as ferramentas a seguir envolvem as mais diversas áreas do conhecimento, como por exemplo, projetos, processos e estratégia, e por isso são tão efetivas na análise de ambiente e de riscos.

A seguir, citamos as 05 (cinco) ferramentas mais aplicáveis às organizações e como elas podem ser aplicadas em sua empresa.

FMEA

Uma das ferramentas da análise de riscos é a Análise de Modo de Falhas e Efeitos (do inglês Failure Mode and Effects Analysis – FMEA), que é uma ferramenta utilizada para identificar as possíveis falhas e analisar os efeitos dessas falhas nos processos, de forma preventiva.

Assim, identificando as falhas, conseguimos analisar e buscar soluções para eliminá-las ou minimizá-las.

Para aplicar esta ferramenta em sua empresa, você pode desenvolvê-la em 03 (três) passos básicos, a saber:

  • Determinação dos responsáveis, que serão as pessoas que conduzirão o todo o processo e orientam os envolvidos na FMEA;
  • Planejamento, onde são definidas as reuniões, formação dos grupos de trabalho e elaboração de toda documentação do processo em si;
  • Realização, onde a ferramenta é aplicada na prática e são produzidos formulários de identificação do processo definido anteriormente.

Além disso, também é possível identificar quais os graus e índices de risco, avaliando o quanto é possível eliminar ou contornar as situações de vulnerabilidade.

What If

Mais uma ferramenta que vem do inglês, e significa E se? Esta ferramenta tem como principal objetivo identificar as ameaças de projetos, normas ou procedimentos internos, avaliando o impacto de cada ação.

Além disso, o What If também avalia os níveis de capacitação de pessoal e comportamento no ambiente de trabalho, a fim de compreender onde está o foco do problema.

Assim, para aplicar esta ferramenta em sua empresa, você deve se perguntar: e se x coisa acontecer? A partir dessa perguntar, você pode identificar os riscos e as possíveis soluções e medidas de prevenção para esta situação.

Checklist

Os checklists são as ferramentas de análise de riscos mais aplicadas na Gestão da Qualidade, principalmente quando estamos analisando o cumprimento de normas e regulamentos.

Dependendo do seu foco e da sua empresa, estes checklist podem contar com medidas e decisões anteriores, onde você irá verificar se as medidas foram tomadas ou não, ou ainda, se não são aplicáveis.

Contudo, após a aplicação dos checklists, é fundamental analisar os resultados e tomar as medidas de melhoria possíveis.

PMBOK

O PMBOK (Project Management Body of Knowledge) é uma ferramenta presente a Gestão de Projetos, sendo um guia para que os processos sejam organizados de forma padronizada.

Contudo, é importante destacar que o PMBOK não é um método, e sim um guia que auxilia a padronização por meio da aplicação de ferramentas, processos e técnicas da Gestão de Projetos, visando a aplicação de melhores práticas.

No PMBOK, a análise de riscos assume o nome de gerenciamento de riscos, e conta com os seguintes aspectos:

  • Planejamento e gerenciamento de riscos;
  • Identificação de riscos;
  • Análise qualitativa e quantitativa dos riscos;
  • Planejamento de ações para aumentar as oportunidades e reduzir as ameaças organizacionais;
  • Monitoramento e controle de riscos.

5 Porquês

Os 5 Porquês é um método que foi criado pela Toyota, voltado para a gestão da qualidade plena dos processos internos de produção.

A principal ideia desse método é sempre questionar a situação em questão, até chegar à um resultado conciso.

Vamos utilizar o seguinte exemplo:

  • Por que houve o atraso na entrega dos produtos? Porque foram postados com atraso;
  • Por que os produtos foram postados com atraso? Porque houve atraso na produção;
  • Por que houve atraso na produção? Porque não havia matéria prima disponível;
  • Por que não havia matéria prima disponível? Porque não foram solicitados em tempo hábil;
  • Por que os materiais não foram solicitados em tempo hábil? Porque o controle de estoque não verificou o aumento da demanda.

Perceba que todas as respostas apontam para um problema efetivo no gerenciamento de estoques, sendo possível identificar a causa e resolver o problema.

Como fazer análise de riscos com 8Quali

O principal objetivo da Gestão de Riscos com 8Quali é evitar situações que possam causar grandes impactos e prejuízos para a sua empresa.

Sendo assim, a ferramenta trabalha com foco na eliminação de ameaças potenciais e diminuição dos impactos das situações negativas.

Antes de tudo, o 8Quali atua efetivamente na comunicação e na melhoria dos processos, evitando assim a não conformidade por meio de uma ferramenta que possibilite o preenchimento de formulários de forma intuitiva e prática.

Para fazer a análise de risco com o 8Quali, você pode definir os responsáveis da análise de risco, cadastrar as informações dos riscos e descrever as contingências.

Em seguida, você classifica a probabilidade e o impacto do risco, obtendo assim uma classificação clara acerca dos riscos e das não conformidades.

Com o 8Quali você automatiza o seu Sistema de Gestão da Qualidade. Solicite uma demonstração gratuita em nosso site.

SOLICITE UMA DEMONSTRAÇÃO

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Close Bitnami banner
Bitnami