Melhor Software para Gestão da Qualidade! | Tel.: (47) 3209-0581

Blog

O que é anexo SL e sua importância para as organizações

Neste artigo, iremos falar sobre o que é Anexo SL, sua importância para as normas ISO e como aplicá-lo na sua organização. Saiba mais!
blog

O que é anexo SL e sua importância para as organizações

Você sabe o que é o Anexo SL e como ele pode melhorar a sua empresa e a Gestão da Qualidade? No artigo de hoje, iremos falar sobre ele, sua origem, importância e como aplicá-lo na prática.

Ao longo do tempo, o Anexo SL sofreu diversas mudanças, tanto em sua nomenclatura quanto em sua estrutura, acompanhando as mudanças das normas ISO.

Portanto, para saber mais sobre o tema, acompanhe o artigo até o final.

O que é o Anexo SL?

Desde a década de 90, o Anexo teve várias nomenclaturas, como por exemplo, Guia ISO 83, Texto Essencial ou ainda Definições essenciais para o uso em Normas de Sistema de Gestão.

A primeira aparição e estrutura desse documento foi no ISO/IEC Directives, Part 1 (traduzido em Português – Suplemento ISO Consolidado para as Diretivas ISO, que tem como principal objetivo auxiliar as organizações na implementação dos requisitos de todas as normas ISO, incluindo:

  • ISO 9001;
  • ISO 14001;
  • ISO 45001;
  • ISO 37001;
  • ISO 19600.

Nesse sentido, este documento é um dos caminhos para facilitar o processo de integração no Sistema de Gestão Integrado (SGI), facilitando a certificação de duas ou maios normas dos Sistemas de Gestão.

Em sua estrutura, é possível encontrar as cláusulas e apêndices que regulamentam todo o processo de implementação, facilitando também os processos de gestão e auditoria.

Origem do Anexo SL

Nesse sentido, o Anexo SL surgiu a partir das publicações na International Organization Standardization, trazendo diversos impactos para os sistemas de gestão, auditorias internas e implementações dos Sistemas de Gestão da Qualidade, principalmente as normas ISO.

Além disso, a partir da implementação do Anexo SL é possível ter a base do software com as normas de gestão, já que o anexo contém todas as informações necessárias para essa implementação.

Importância do Anexo SL para as organizações

Antes de tudo, é importante compreender que este documento é a base dos capítulos das normas que regulamentam os sistemas de gestão, com o principal objetivo de padronizar o escopo das normas e a integração entre os SGI.

Sendo assim, este documento direciona a aplicação e a integração dos SGI, mas de forma flexível e aplicável a todas as estruturas organizacionais, funcionando de forma ampla.

A seguir, trouxemos as vantagens de utilizar esse documento em sua organização.

Otimização do tempo

Uma das primeiras vantagens de aplicar o Anexo SL em sua organização é a otimização de tempo e de recursos, já que padroniza e conduz toda a integração dos Sistemas de Gestão.

Além disso, a aplicação dessas diretrizes também reduzem os custos com retrabalho, tanto na questão de tempo quanto na questão de procedimentos, tornando a implementação muito mais rápida.

Melhorias na Gestão

Outra grande vantagem de implementar e seguir as normas deste documento é a melhoria na gestão, já que para a integração dos sistemas de Gestão é necessário ter o conhecimento das normas em questão.

Além disso, a integração entre as normas possibilita:

  • Melhor interpretação das informações e das orientações contidas nas normas;
  • Identificar as possíveis falhas e riscos que cada processo possui, possibilitando uma análise muito mais completa dos processos internos;
  • Reduz as não conformidades e inconsistências nos processos em questão;
  • Proporciona a melhoria contínua dentro do seu sistema de gestão.

Facilidade nas Auditorias

Também podemos citar como vantagem a facilidade nas auditorias devido ao direcionamento por meio do conjunto das normas e das diretrizes que guiam todo o processo.

Sendo assim, todo o processo é direcionado por meio das normas, tornando o processo muito mais fácil, rápido e padronizado.

Estrutura do Anexo SL

Basicamente, o documento é dividido em 10 cláusulas, as quais definem o escopo de todo o processo de integração dos SGI.

Entretanto, é importante dizer que de acordo com as normas ISO, é possível ter cláusulas e subcláusulas a mais, que trazem especificidades de cada norma.

Sendo assim, a estrutura básica do documento é a seguinte:

  1. Escopo, que estabelece os resultados desejados do sistema de gestão, alinhando-se com o contexto da organização;
  2. Referências Normativas, que traz todos os detalhes das normas de referência ou publicações pertinentes para uma determinada norma;
  3. Termos e Definições, que consiste nos detalhes e definições aplicáveis à norma específica, além de qualquer norma formal relacionada a definições e termos;
  4. Contexto da Organização, que consiste na identificação de todas as questões e processos internos, e é composta pelas seguintes subcláusulas:
    1. Compreensão da organização e seu contexto;
    2. Compreensão das necessidades e expectativas das partes interessadas;
    3. Determinação do escopo do sistema de gestão;
    4. Sistema de Gestão.
  5. Liderança, que traz a estrutura da alta direção e não apenas com a gestão em si, abrangendo os seguintes aspectos:
    1. Liderança e comprometimento;
    2. Política;
    3. Papéis organizacionais, responsabilidades e autoridades.
  6. Planejamento, visando a precaução acerca dos riscos que podem acontecer e como tratá-los, abrangendo os seguintes aspectos:
    1. Ações para abordar riscos e oportunidades;
    2. Objetivos do sistema de gestão e planejamento para alcançá-los.
  7. Suporte, que consiste em delinear todos os aspectos essenciais para atingir as metas e objetivos do planejamento, considerando:
    1. Recursos;
    2. Competência;
    3. Conscientização;
    4. Comunicação;
    5. Informações documentadas.
  8. Operação do sistema de gestão em si, contendo a seguinte subcláusula:
    1. Planejamento e controle operacional
  9. Avaliação de Desempenho, que trata de toda a mensuração das ações, considerando o que deve ser mensurado, suas medidas, aspectos da análise e avaliação, a partir dos seguintes aspectos:
    1. Monitoramento, medição, análise e avaliação;
    2. Auditoria interna;
    3. Revisão de gestão.
  10. Melhoria, que trata de como o processo deve ser gerido, considerando os seguintes aspectos:
    1. Não conformidades e as ações corretivas;
    2. Melhoria contínua.

Nesse sentido, todos os aspectos do Anexo SL direcionam a integração dos sistemas de gestão de uma forma completa, abrangendo todos os aspectos dos processos internos e da qualidade.

Onde aplicar o Anexo SL

O Anexo SL pode ser aplicado em todas as normas dos Sistemas de Gestão, auxiliando toda a organização do processo de aplicação e integração das normas ISO, por meio das suas cláusulas e subcláusulas.

Além disso, é possível aplicar estas diretrizes em processos de melhoria contínua e cumprimento de especificações técnicas, facilitando a realização de todo o processo.

Com o 8Quali você automatiza seu sistema de gestão da qualidade. Solicite uma demonstração gratuita em nosso site.

SOLICITE UMA DEMONSTRAÇÃO

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Close Bitnami banner
Bitnami