Melhor Software para Gestão da Qualidade! | Tel.: (47) 3209-0581

Blog

Por que a Gestão da Qualidade na área da saúde faz toda diferença?

A Gestão da Qualidade na área da saúde oferece várias vantagens como: aumento da competitividade, melhoria nos processos internos, satisfação do cliente e atendimento seguro e com excelência. Leia o artigo a seguir e saiba mais!
blog, Ferramentas da Qualidade

Por que a Gestão da Qualidade na área da saúde faz toda diferença?

Você sabia que é possível aplicar a Gestão da Qualidade na área da saúde e obter muito mais segurança em todos os seus processos internos?

Sabemos que alguns dos principais objetivos da Gestão da Qualidade são promover a melhoria contínua e a satisfação do cliente. Quando aplicada à área da saúde, a Gestão da Qualidade proporciona competitividade e segurança em todos os processos.

Para saber mais sobre o tema, leia este artigo até o final.

O que é a Gestão da Qualidade na saúde e como funciona?

De modo geral, a Gestão da Qualidade aplicada à área da saúde visa o desenvolvimento e aplicação de metodologias e de normas que devem ser seguidas dentro dessa área, com o intuito de melhorá-la continuamente.

Entretanto, é importante dizer que essa melhoria vai muito além do atendimento ou dos processos burocráticos e administrativos dentro de clínicas e hospital.

Aqui, a Gestão da Qualidade vai desde os processos internos, inclusive perpassando pelos procedimentos clínicos, com a premissa de um atendimento seguro, responsável, e claro, de alta qualidade.

Sendo assim, é possível perceber que a Gestão da Qualidade é um parâmetro para o desenvolvimento das áreas, criando meios para medir, avaliar e melhoras todas as atividades realizadas, em qualquer que seja o ambiente.

Importância da Gestão da Qualidade na área da saúde

Sabemos que na área da saúde os procedimentos são muito específicos e de grande importância, já que tratam diretamente com os pacientes e com a infraestrutura para atendê-los.

Assim, a Gestão da Qualidade é fundamental para facilitar e otimizar todos os processos antes, durante e depois do atendimento ao cliente, seja ele interno ou externo.

Inclusive, é por meio da qualidade que os hospitais, clínicas e laboratórios conseguem padronizar processos, identificar falhas e tornar as atividades da saúde muito mais competitivas.

Certificações disponíveis para a área da saúde

Existem algumas certificações na área da qualidade que são essenciais para a área da saúde, e as 03 (três) principais são:

  • Organização Nacional de Acreditação (ONA);
  • ISO 9001;
  • Normal PALC.

A seguir, vamos falar sobre cada uma delas.

Organização Nacional de Acreditação (ONA)

A Organização Nacional de Acreditação (ONA) consiste em um método de avaliação criado especificamente para a área da saúde, tendo como principal objetivo o aprimoramento dos processos de qualidade, tanto nos serviços quanto no atendimento.

Além disso, esta norma é diretamente ligada com a segurança no atendimento ao paciente, tal como a Gestão de Riscos assistenciais, sendo uma norma muito específica para a área da saúde.

Assim, a ONA pode ser aplicada nos seguintes ambientes da área da saúde:

  • Hospitais;
  • Laboratórios;
  • Ambulatórios;
  • Pronto atendimento;
  • Clínicas odontológicas;
  • Serviços de hemoterapia e nefrologia;
  • Clínicas de diagnóstico por imagem;
  • Empresas de home care.

É importante destacar que existem 03 (três) níveis de certificação, sendo elas:

  1. Nível 1, onde a empresa é acreditada;
  2. Nível 2, onde a empresa recebe a certificação de acreditado pleno;
  3. Nível 3, onde a empresa recebe a certificação de acreditado por excelência.

ISO 9001

Outra certificação possível é a ISO 9001, que trata da aplicação e consolidação dos sistemas de Gestão da Qualidade (SGQ).

Na área da saúde, a norma ISO 9001 pode ser aplicada com foco na segurança do trabalho, qualidade do atendimento ao paciente e melhoria contínua dos processos internos.

Para esta certificação, é necessário que a empresa da área da saúde valide o sistema de gestão qualidade por meio de um auditor externo, que fará a avaliação para saber se todos os requisitos foram cumpridos com êxito.

Após a validação, a certificação é valida por 03 (três) anos.

PALC

Criada em 1988, a norma PALC visa a melhoria contínua dos serviços laboratoriais, por meio da criação e implantação de um sistema que promovam a melhoria contínua dos serviços prestados.

Sendo assim, a PALC tem como foco a avaliação de todos os setores e processos internos, a fim de garantir a conformidade de todo o fluxo dos processos de acordo com as normas de qualidade.

Além disso, esta norma pode ser aplicada em laboratórios que efetuam coletas, análises de materiais, amostras e realizam pesquisas com liberação de laudos e análises clínicas.

Ferramentas da Qualidade

Para facilitar a validação e aplicação dos métodos e das certificações, é possível utilizar algumas ferramentas da Qualidade, auxiliando todo o processo de análise e melhoria.

Cada Ferramenta da Qualidade apresenta uma função diferente e são utilizadas para se analisar, mensurar, ajustar e sugerir novas soluções para complicações que possam interferir no desempenho da organização e seus resultados. A seguir estaremos citando algumas das ferramentas da Qualidade.

Ciclo PDCA

Uma das ferramentas mais populares e que pode ser aplicada na área da saúde é o Ciclo PDCA, que está diretamente ligado a norma ISO 9001.

Nesse sentido, o Ciclo PDCA tem como foco a melhoria contínua dos processos, já que propõe 04 (quatro) fases básicas, sendo elas:

  • Plan (planejar), onde a equipe responsável deve verificar como os processos internos estão caminhando, mapeando-os, identificando os problemas e propondo ações de melhoria;
  • Do (fazer), que consiste em executar o que foi planejado, conforme a descrição de todo o planejamento;
  • Check (checar), que consiste em analisar e fazer comparações de como estava o problema antes e os resultados obtidos após as ações, propondo melhorias se necessário;
  • Act (agir), que consiste em executar as ações de melhorias e de correção.

Diagrama de Ishikawa

Outra ferramenta que pode ser utilizada é o Diagrama de Ishikawa, que tem como principal objetivo identificar as causas dos problemas e das não-conformidades, pensando também em seus efeitos e impactos para a organização.

Assim, o Diagrama de Ishikawa analisa aspectos como a mão-de-obra, método, máquinas e meio ambiente, visando identificar a raiz do problema, eliminando-o.

Brainstorming

O brainstorming é mais uma ferramenta, que pode ser utilizada para solucionar problemas identificados e não conformidades, buscando propor soluções por meio da participação de todos os envolvidos no processo.

Assim, a equipe analisa os problemas e discute acerca das suas possíveis causas, sem descartar nenhuma das opiniões e falas.

Então quando são escolhidas as ideias que mais fazem sentido e que se adequam a realidade da organização, para assim aplicar ações corretivas e resolver o problema.

Você pode ler mais sobre as Ferramentas da Qualidade no seguinte artigo: Ferramentas para a Gestão da Qualidade que você precisa conhecer

Por fim, ter um bom SGQ na área da saúde é fundamental para qualidade dos produtos e controle da instituição. Aderir um Sistema de Gestão é uma decisão estratégica que garante níveis satisfatórios na prestação de serviços, qualidade e segurança para o paciente.

Com o 8Quali você automatiza seu sistema de gestão da qualidade. Solicite uma demonstração gratuita em nosso site.

SOLICITE UMA DEMONSTRAÇÃO

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Close Bitnami banner
Bitnami